terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Força-tarefa acredita que Lava Jato irá até 2018, véspera das eleições

Foto: EBC



A força-tarefa responsável pela Lava Jato trabalha com o encerramento da operação que investiga a roubalheira na Petrobras entre julho e agosto de 2018, véspera da eleição para presidente da República. Pelo cronograma em discussão no Ministério Público, a homologação da delação premiada de executivos da empreiteira Odebrecht acontecerá em abril. Os procuradores preveem mais seis meses para analisar os documentos e, em seguida, denunciar políticos.

Em abril, o Ministério Público acredita que haverá munição suficiente para prender o ex-presidente Lula, a cereja do bolo da investigação. A força-tarefa da Lava Jato tem tomado cuidado para não dar brechas à defesa de Lula, que alega perseguição ao ex-presidente. O encerramento da Lava Jato na véspera das eleições preocupa os políticos. Muitos ficarão inelegível por causa de decisões judiciais.


Fonte: A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
Postar um comentário