Banco do Nordeste 65 anos

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Senador quer colocar presos para trabalhar e ressarcir o Estado

Foto: Jefferson Rudy

O projeto foi apresentado pelo senador Senador MOKA, em 2015, obriga o preso a ressarcir o Estado.



Com os recentes massacres em dois presídios no Norte do país, o sistema carcerário ganhou destaque e a crise instalada agora tem prioridade do governo. Um dos detalhes que mais chamou a atenção é o custo de um preso ao Estado. No Amazonas, por exemplo, um detento custa aos cofres públicos R$ 4.129,00 por mês, segundo o Ministério Público de Contas do estado. 

O valor é quase o dobro da média nacional, que é de R$ 2.400,00. São Paulo gasta em média R$ 1.450,00 com cada preso por mês.  São despesas com alimentação, manutenção e segurança, por exemplo. Agora, em Goiás, o custo mensal por detento é de R$ 2.111,00. No Rio Grande do Sul, de R$ 2 mil. No Paraná e em Rondônia, o custo também é inferior. Em Rondônia, R$ 3 mil, e no Paraná, R$ 2.393,00

São informações do levantamento do grupo de estudos carcerários da USP de Ribeirão Preto. Para mudar essa realidade, o senador Senador MOKA (PMDB/MS) apresentou um projeto de lei em 2015 para obrigar o preso a trabalhar e ressarcir o Estado das despesas com a sua manutenção no sistema prisional.


Fonte: Diário do Poder
Postar um comentário