Banco do Nordeste 65 anos

domingo, 30 de abril de 2017

Belchior morre aos 70 anos no Rio Grande do Sul

Foto: © Reprodução

Cantor e compositor foi um dos primeiros cantores nordestinos de MPB a alçar sucesso nacional.


Belchior morreu neste domingo (30/04), aos 70 anos, em Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul. A morte, cuja causa ainda não divulgada, foi confirmada por familiares ao jornal O POVO Online. Em nota, o governador do Ceará, Camilo Santana, informou que decretou luto oficial de três dias no estado. "O povo cearense enaltece sua história, agradece imensamente por tudo que fez e pelo legado que deixa para a arte do nosso Ceará. Que Deus conforte a família, amigos e fãs de Belchior", escreveu em post no Facebook. 

As informações preliminares são de que o corpo do cantor e compositor será levado ao Ceará ainda nesta tarde e o sepultamento ocorrerá em Sobral, cidade em que o artista nasceu. Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes tem 23 discos lançados. Uma da canções de maior sucesso foi "Como nossos pais", regravada por grandes nomes da música nacional como Elis Regina. Outro hit do artista foi "Paralelas", gravado por Vanusa. O cantor e compositor foi um dos primeiros nomes do Nordeste a alçar fama nacional no cenário da MPB, nos anos 1970. Ano passado, a Universal Music relançou uma caixa comemorativa aos 70 anos do artista, intitulada "Três tons de Belchior".

Nota de Pesar do Governador do Governo do Estado do Ceará

"Recebi com profundo pesar a notícia da morte do cantor e compositor cearense Belchior. Nascido em Sobral, foi um ícone da Música Popular Brasileira e um dos primeiros cantores nordestinos de MPB a se destacar no país, com mais de 20 discos gravados. O povo cearense enaltece sua história, agradece imensamente por tudo que fez e pelo legado que deixa para a arte do nosso Ceará e do Brasil. Que Deus conforte a família, amigos e fãs de Belchior. O Governo do Estado decretou luto oficial de três dias".


Postar um comentário