Banco do Nordeste 65 anos

domingo, 16 de abril de 2017

Mexeu, tomou!



 Com cara de jumento sem mãe, 'tá nem aí'...


Para o presidente da República Michel Temer ter perdido a paciência com Renan Calheiros é porque o líder do PMDB deve ter jogado pedra até nas pobres emas do Jaburu. A decisão do presidente agora é a de que Renan não deve ser tratado como inimigo do governo, mas simplesmente ignorado, o que, na política, é muito pior do que ser adversário.

Temer perdeu também a cerimônia ao falar do líder publicamente, tanto que ninguém deve estranhar se, na próxima segunda-feira, em algum programa de televisão, se provocado a falar do tema, ele dê uma nova estocada em Renan, tipo aquela de que não costuma brigar para baixo.

Postar um comentário