Banco do Nordeste 65 anos

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Brasil deixa de ter maiores juros do mundo



Com o corte de um ponto percentual na taxa referencial de juros (Selic) na reunião encerrada nesta quarta-feira, o sexto desde o início do atual ciclo de afrouxamento monetário, o Brasil caiu para a segunda colocação no ranking dos países com as maiores taxas de juros reais do mundo. O Brasil encabeçava a lista dos países com as taxas reais de juros mais lata do mundo desde março de 2015, de acordo com ranking elaborado pela Infinity Asset Management. Agora, a Rússia lidera essa lista, com juro real de 4,57% ao ano, seguida do Brasil, agora com taxa de 4,30%. Em terceiro lugar, está a Turquia, com taxa real de 3,63% ao ano, patamar 0,67 ponto percentual menor que o da taxa brasileira.


Postar um comentário