Banco do Nordeste 65 anos

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Nome do Judiciário seria mais bem aceito pela população em eleições



Caso as denúncias envolvendo o presidente Michel Temer, divulgadas na quarta-feira (17/05), pelo jornal O Globo, afetem a permanência dele no cargo, um nome do Judiciário seria o mais bem aceito pela população para assumir a Presidência – seja no caso de eleições diretas ou indiretas.

A análise é de Danilo Cersosimo, diretor à frente da Ipsos Public Affairs, consultoria que realiza pesquisas na área política e responsável pelo Barômetro Político, que avalia a popularidade de figuras públicas como: Joaquim Barbosa, Sérgio Moro e Cármen Lúcia Antunes Rocha.

"Pensando na opinião pública, um nome vindo do Judiciário seria muito bem aceito em ambos os casos, especialmente nesse mais provável cenário de eleição indireta. De todos os nomes que a gente avalia, o índice de rejeição é muito mais baixo entre membros do Judiciário do que da classe política".
Postar um comentário