segunda-feira, 22 de maio de 2017

Perito contratado por Temer diz que áudio tem ‘mascaramentos’ e não vale como prova




Contratado pela defesa de Michel Temer para analisar o áudio da conversa entre o presidente e o empresário Joesley Batista, o perito Ricardo Molina afirmou nesta segunda-feira (22/05), que a gravação seria imediatamente descartada em qualquer processo jurídico. Em entrevista coletiva em Brasília, o perito afirmou que há problemas que seriam detectados até por leigos na gravação. 

Ele afirma que o áudio está "inteiramente contaminado por inúmeras descontinuidades, mascaramentos por ruídos, longos trechos ininteligíveis ou de inteligibilidade duvidosa e várias outras incertezas" e que "não poderia ser considerado como uma prova material válida".

Postar um comentário