Banco do Nordeste 65 anos

sábado, 10 de junho de 2017

Defesa de Dilma diz que resultado no TSE reconheceu soberania do voto




A defesa da ex-presidente Dilma Rousseff considerou que a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de absolver a chapa Dilma-Temer das acusações de abuso do poder político e econômico foi um reconhecimento da soberania popular. "O TSE reconhece que os 54,5 milhões de votos dados a Dilma Rousseff, em 2014, são válidos, que o diploma eletivo continua preservado e que os direitos políticos continuam preservados. Entendo que o direito foi respeitado e a Justiça foi feita", disse o advogado Flávio Caetano.


Postar um comentário