sábado, 24 de junho de 2017

Doleiro aliado à Cunha prometeu 'acabar' com Temer em delação

Foto: © DR

Lúcio Bolonha Funaro teria discutido com advogado do presidente antes de ser preso, diz coluna


O doleiro Lúcio Bolonha Funaro, apontado como operador de propinas do ex-deputado Eduardo Cunha, teria prometido "acabar" com o presidente Michel Temer em discussão com o advogado do peemedebista, Antonio Mariz. "Se eu delatar, vou acabar com o seu chefe", teria dito Funaro, em conversa que ocorreu antes de ele ser preso no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.


As informações são da coluna Radar On-line, do site da revista Veja, deste sábado (24/06). Apesar da ameaça de fazer delação premiada, Funaro ainda não fechou acordo de colaboração com o Ministério Público. No entanto, de acordo com a coluna, ele vem sendo incentivado pelo ex-senador Luiz Estevão, colega de cela do doleiro.

Postar um comentário