sexta-feira, 30 de junho de 2017

Estudo revela que contágio prévio por dengue não agrava a zika




Os vírus da dengue e da zika são parentes próximos. Pertencem à mal afamada família dos flavivírus. E desde que o zika emergiu Brasil com agressividade capaz de causar defeitos congênitos tão devastadores quanto a microcefalia e a síndrome de Guillain-Barré, cientistas suspeitam que um poderia agravar os efeitos de outro. Ou seja, onde tem dengue a zika seria pior.

Uma nova pesquisa, porém, afasta essa possibilidade — uma informação importante para o desenvolvimento e o sucesso de vacinas. A prévia infecção por dengue, diz o estudo, não agrava a zika. Coordenada pelo presidente da Sociedade Brasileira de Virologia, Maurício Lacerda Nogueira, a pesquisa mostra que anticorpos para a dengue não pioram a infecção por zika por, em tese, inadvertidamente facilitarem a multiplicação deste último vírus.


Postar um comentário