segunda-feira, 26 de junho de 2017

Juiz decide leiloar mansão e joias de Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo

© Tomaz Silva / Agência Brasil


Bens estão avaliados em R$ 14,5 milhões, considerando as análises do perito judicial e da Polícia Federal - PF



O juiz Marcelo Bretas autorizou o leilão de bens apreendidos na Operação Calicute, que prendeu o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) e a ex-primeira-dama, a advogada Adriana Ancelmo. Serão colocados à venda a casa de veraneio do casal em Mangaratiba, joias apreendidas no apartamento dos dois no Leblon (zona sul), além de automóveis e embarcações. Os bens estão avaliados em R$ 14,5 milhões, considerando as análises do perito judicial e da Polícia Federal - PF.



Postar um comentário