domingo, 25 de junho de 2017

Noruegueses acusam desmatamento, mas matam baleias e poluem com petróleo



Noruega não é nenhuma Brastemp sobre temas de meio ambiente. Erna Solberg ignora princípio de não opinar em assuntos externos. 



A primeira-ministra da Noruega, Erna Solberg, ignorou princípio básico de diplomacia intrometendo-se em assuntos internos do Brasil diante do presidente da República Michel Temer, que fazia visita oficial a seu convite. Em campanha para se reeleger, Solberg mostrou que, além de mal-educada, cultua a hipocrisia: tentou dar lições ambientais ao Brasil, mesmo governando um país que estimula a caça às baleias e polui o ambiente explorando petróleo, fonte de energia não-renovável (e suja). 

Este ano, o governo de Erna Solberg autorizou a morte de 999 baleias. Segundo documentário exibido em março, 90% são fêmeas e grávidas. As "chuvas ácidas", provocadas pela poluição europeia, mataram todos os peixes existentes em mais de 2 mil lagos noruegueses. Para a diplomacia brasileira, a não intromissão em assuntos internos de outros países é um valor fundamental. Que a Noruega desrespeitou. Após o incidente em Oslo, a tendência da diplomacia brasileira é tratar com frieza norueguesa o governo da primeira-ministra Erna Solberg.



Fonte: A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
Postar um comentário