Banco do Nordeste 65 anos

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Perito Ricardo Molina reafirma que áudio de Joesley é 'imprestável'

Foto: André Dusek/Estadão Conteúdo


Falhas são suficientes para jogar a gravação no lixo, diz Molina. Molina afirma que o laudo da PF é "cheio de evasivas, nunca é conclusivo, nem categórico". 


O perito Ricardo Molina, um dos mais requisitados especialistas brasileiros, contratados pela defesa do presidente Michel Temer, convocou coletiva em um hotel de Brasília para reafirmar que "continua a ser imprestável" o áudio da gravação que Joesley Batista fez com o objetivo de obter afirmações comprometedoras do chefe de governo. Segundo Molina, o laudo da PF é "cheio de evasivas, nunca é conclusivo, nem categórico". "Essa gravação transpira irregularidade", declarou o perito, afirmando que 6 minutos e 18 segundos da gravação, equivalente a 23% da conversa, foi suprimido.  

Postar um comentário