Banco do Nordeste 65 anos

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Uma nova Região Metropolitana no Ceará




Depois da constituição das regiões metropolitanas de Fortaleza, Cariri e, mais recentemente, a de Sobral, tramita agora na Assembleia Legislativa um projeto de Lei Complementar que cria a Região Metropolitana do Sertão Central. Além disso, o autor da matéria, deputado Tomaz Holanda (PPS - Partido Popular Socialista), quer criar o Conselho de Desenvolvimento da área, além do Fundo de Desenvolvimento e Integração daquela Região Metropolitana.

A mais recente Região Metropolitana criada pela Assembleia Legislativa foi a de Sobral, em 2016, sendo reconhecida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em maio passado. Além de Sobral, compõem a Região Metropolitana as cidades de Massapê, Senador Sá, Uruoca, Santana do Acaraú, Forquilha, Coreaú, Moraújo, Groaíras, Reriutaba, Varjota, Cariré, Pacujá, Graça, Frecheirinha, Miraíma, Meruoca e Alcântaras.

A matéria que tratou sobre a criação da Região Metropolitana de Sobral teve como autor o então deputado estadual Ivo Gomes (PDT), que atualmente é prefeito daquele Município. No entanto, projeto com teor semelhante já havia sido defendido na Assembleia pelo ex-deputado Professor Teodoro.

Desenvolvimento

Na justificativa da matéria sobre a criação de mais uma Região Metropolitana no Ceará, o deputado Tomaz Holanda afirma que a Região, composta por 12 municípios, tem condições para se tornar uma Região Metropolitana, visto que atende a todos os requisitos para tal.

Segundo ele, o objetivo maior da proposta é atualizar as questões relativas ao desenvolvimento e à integração regional contidas na Constituição estadual. "Por meio da criação da Região Metropolitana do Sertão Central, pretende-se contribuir para a constituição de uma circunstância cultural e socioeconômica".

O Sertão Central tem uma área de 15.678,40 km² e é composto pelos municípios de Milhã, Banabuiú, Choró, Deputado Irapuan Pinheiro, Ibaretama, Mombaça, Pedra Branca, Piquet Carneiro, Quixadá, Quixeramobim, Senador Pompeu e Solonópole. A população total do território é de 361.943 habitantes.

Postar um comentário