quarta-feira, 19 de julho de 2017

Após sete meses, STF ainda não abriu ação penal de Renan

Imagem do Google

Senador é acusado de peculato. Falta revisão do voto de Celso de Mello para caso ser retomado.

 

Mais de sete meses após transformar em réu o então presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB/AL), o Supremo Tribunal Federal ainda não deu andamento a abertura da ação penal que decidirá se condena ou absolve o peemedebista da acusação de peculato – desvio de verba pública. O tribunal ainda precisa publicar o acórdão, ou seja, o resultado do julgamento para que a ação penal seja autuada e a nova fase da investigação se desenrole. A divulgação do material ainda está pendente porque falta o ministro Celso de Mello entregar a revisão de seu voto. 

...Ver mais

Postar um comentário