segunda-feira, 17 de julho de 2017

MPF recorre de sentença que condenou ex-presidente Lula

Foto: © Reuters

Procuradores da força-tarefa já haviam anunciado que pediriam aumento da pena do petista



 

O Ministério Público Federal - MPF recorreu à sentença do juiz federal Sérgio Moro que condenou o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT/SP) a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso relacionado ao tríplex do Guarujá. No entanto, os procuradores ainda não apresentaram as razões do recurso e pediram um prazo ao juiz.

No documento enviado à 13ª Vara da Justiça Federal do Paraná, os investigadores pedem que a sentença seja encaminhada a eles e que o juiz abra prazo para as alegações, como publicado pela "VEJA". Procuradores da força-tarefa já haviam anunciado que pediriam aumento da pena do ex-presidente, bem como de outros réus.
Postar um comentário