segunda-feira, 31 de julho de 2017

Onze deputados federais votam pela continuidade das investigações do presidente Michel Temer

 
 
Após tramitar na CCJ, a admissibilidade da denúncia contra o presidente da República Michel Temer seguirá para o plenário da Câmara dos Deputados, onde entrará na pauta de votação marcada para o próximo dia 02 de agosto de 2017. O deputado federal Leônidas Cristino (PDT) tem mostrado fidelidade nas decisões do partido que fechou questão para esta na oposição ao governo, contrário as reformas e a favor das diretas já.

Além de votar a favor da continuidade das investigações das denúncias do presidente Michel Temer. Já o deputado federal sobralense Moses Rodrigues (PMDB) que fazem parte da base do governo, declarou no programa "Tribuna em Plenário" da Rádio Tupinambá, que votará contrário ao prosseguimento das investigações ao presidente Michel Temer, quando ela chegar ao plenário da Casa.

A Constituição determina que a abertura de processo seja autorizada pela Câmara, por 2/3 dos deputados, ou seja, 342 dos 513. Temer precisará de 172 votos para barrar a investigação. Temer tem feito corpo a corpo recebendo deputados, aprovado pacote de bondades para agradar a base para votar a favor do governo e aborta a denúncia.

Postar um comentário