Banco do Nordeste 65 anos

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Para engavetar denúncia, Michel Temer pretende receber 80 deputados indecisos



Para apetites maiores, o governo tem no cardápio pelo menos duas pastas a serem negociadas: o Ministério da Cultura e o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União - CGU 



Mesmo com o Congresso parado por 15 dias para o recesso, o governo não está disposto a dar trégua ao corpo a corpo que tem feito na base aliada para engavetar a denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente da República Michel Temer. O esforço rendeu uma vitória significativa na semana passada, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, na primeira batalha para rejeitar a denúncia contra Temer por corrupção passiva. 

Um time será montado para monitorar os votos com que o presidente já conta para enterrar o caso no plenário e partir para cima dos indecisos. Nesse período, benefícios concedidos a "traidores" — os que receberam emendas ou outro afago e votaram contra o governo — serão revistos nas redes sociais e serão julgados nas urnas em 2018.

Continuar lendo
Postar um comentário