domingo, 30 de julho de 2017

Temer recompõe apoio para barrar denúncia na Câmara





Michel Temer conseguiu reverter, em pouco mais de dois meses, uma situação de crise aguda – momento em que sua renúncia chegou a ser cogitada – para uma expectativa de vitória, nesta semana, quando a denúncia por corrupção passiva apresentada contra ele poderá ser votada na Câmara dos Deputados. 

O presidente recebeu mais de 160 deputados e senadores, acelerou emendas parlamentares, lançou "pacotes de bondades", manteve como aliado Rodrigo Maia (DEM/RJ), seu eventual sucessor, e se beneficiou das "ruas vazias".

Postar um comentário