domingo, 6 de agosto de 2017

Botafogo poupa titulares e empata com o Cruzeiro

Foto: Eny Miranda/Divulgação


Times não saíram do 0 a 0 no Mineirão neste domingo (06)


Com um time misto, o Botafogo empatou em 0 a 0 com o Cruzeiro na tarde deste domingo, no Mineirão. O alvinegro chegou a cinco rodadas sem vencer no Brasileiro, ocupando no momento a 11ª posição. No próximo domingo (13/08), o Botafogo recebe o Grêmio, na primeira rodada do returno. Antes, na quinta-feira (10/08), o alvinegro tem um jogo decisivo pelas oitavas de final da Libertadores, diante do Nacional, do Uruguai.

E foi já pensando no compromisso do meio da semana que Jair Ventura decidiu preservar inúmeros titulares, escalando um time misto no Mineirão. Bom para o chileno Leo Valencia e o atacante Brenner, que apareceram pela primeira vez como titulares, mas com atuações apagadas. O começo do jogo foi todo do Cruzeiro. Logo aos dois minutos, Sassá obrigou Gatito a fazer boa defesa. No lance seguinte, Rafinha acertou a trave. A primeira boa chegada do Botafogo foi aos 12, com Guilherme chutando de fora da área para defesa de Fábio.

Pouco depois, Sassá fez bela jogada pela direita, deixou a marcação na saudade e cruzou para Alisson, de letra, quase abrir o placar. O ex-atacante alvinegro se envolveu em discussões com Bruno Silva e Dudu Cearense, e acabou levando amarelo ainda no primeiro tempo. Aos 45, Leo Valencia puxou contra-ataque e tinha Guilherme sozinho contra apenas um marcador do Cruzeiro. O chileno, porém, demorou demais, não tocou a bola e perdeu uma ótima oportunidade.

O segundo tempo começou com o Botafogo tentando se soltar um pouco mais. Aos 10, Leo Valencia cobrou falta e Emerson Silva cabeceou com perigo. Mano Menezes tentou dar mais poderio ofensivo ao Cruzeiro colocando Robinho e Rafael Sóbis em campo, mas o time apenas rondava a área alvinegra, sem criar chances efetivas contra o gol de Gatito. No Botafogo, Jair Ventura trocou Brenner, de atuação discreta, por Vinícius Tanque e depois sacou Leo Valencia por Marcos Vinícius.

A pressão cruzeirense aumentou nos minutos finais. Sassá chegou atrasado aos 32 após cruzamento de Robinho. Aos 35, Thiago Neves ajeitou de cabeça e Alisson, também de cabeça, acertou a trave. A bola voltou nas mãos de Gatito. O Botafogo teve ainda uma última, e clara, oportunidade para vencer. Aos 43, Guilherme puxou contra-ataque pela direita e tocou para Marcos Vinícius, livre na área, chutar para fora a chance de conseguir os três pontos no Mineirão.

CRUZEIRO 0 X 0 BOTAFOGO

Cruzeiro: Fábio, Romero, Léo, Murilo Cerqueira e Diogo Barbosa; Nonoca (Robinho), Lucas Silva, Alisson (Raniel), Rafinha (Rafael Sobis) e Thiago Neves; Sassá.

Botafogo: Gatito, Emerson Santos (Renan Fonseca), Emerson Silva, Marcelo e Gílson; Rodrigo Lindoso, Dudu Cearense, Bruno Silva e Leo Valencia (Marcos Vinícius); Guilherme e Brenner (Vinícius Tanque).

Juiz: Cláudio Francisco Lima e Silva (ES).

Cartões amarelos: Lucas Silva, Sassá, Dudu Cearense, Leo Valencia e Diogo Barbosa.

Público pagante: 19.030

Renda: R$ 457.410,00

Local: Mineirão.
Postar um comentário