Banco do Nordeste 65 anos

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Esmeraldas, petróleo e propina


Como mostramos mais cedo, a Polícia Federal apreendeu esmeraldas no escritório de advocacia de Vanuza Sampaio. Ela é acusada pela Operação Rio 40º de simular contratos de prestação de serviço com o consórcio Transcarioca para repassar propina a Laudo Dalla Costa Ziani, genro do mensaleiro Pedro Corrêa. Vanuza é conhecida da imprensa. Em 2011, ela denunciou à Época que havia sido achacada por gente do PCdoB que controlava a Agência Nacional do Petróleo. A denúncia foi reiterada em 2014.


Postar um comentário