quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Lava-Jato: Ex-secretário de obras de Paes é preso na operação 'Rio 40, graus'

O ex-secretário municipal de Obras Alexandre Pinto - Gabriel de Paiva / O Globo


Ação da força-tarefa, com 11 mandados de prisão, mira também esquema do PMDB no Rio


Depois do Governo Cabral e do TCE-RJ, a Operação Calicute desembarca na Prefeitura do Rio de Janeiro, e mira pela primeira vez a gestão Eduardo Paes (PMDB). Autorizada pelo juiz Marcelo Bretas, a operação "Rio, 40 Graus" cumpre nesta quinta-feira 11 mandados de prisão, entre preventivas e temporárias, em Perbambuco e São Paulo. A ação tem como base as delações de Luciana Salles Parente e Rodolfo Mantuano, ambos ex-executivos da Carioca Christiani-Nielsen Engenharia. 

Os suspeitos são acusados de receber um total de R$ 35,51 milhões em propina decorrente das obras de um dos trechos do BRT TransCarioca, que liga o Aeroporto Galeão à Penha. Além da Carioca, fizeram parte do consórcio responsável pelas obras as empreiteiras OAS e Contern - Construções e Comércio LTDA. A operação desta quinta-feira tem como desdobramentos investigações da Calicute que levantam suspeitas de que o esquema faz parte da mesma organização criminosa liderada por políticos do PMDB no estado do Rio.

Fazem parte da lista de presos o ex-secretário municipal de Obras Alexandre Pinto, que ocupou o cargo de xx a dezembro de 2016, a advogada Vanuza Vidal Sampaio, o lobista Laudo Aparecido Ziani, e os fiscais de obras municipais Eduardo Fagundes, Ricardo Falcão e Azalmir Araújo. Até o momento não há nenhuma prova que implique diretamente Eduardo Paes.


Fonte: O Globo
Postar um comentário