sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Lewandowski desmente fofoca de governador e confirma eleição no Amazonas

Foto: Nelson Jr./STF

Ministro Ricardo Lewandowski decidiu manter eleição direta para governador do Amazonas no próximo domingo (06/08). 


O ministro do Supremo Tribunal Federal - STF Ricardo Lewandowski decidiu manter a eleição direta para governador do Amazonas no próximo domingo (06/08). Na decisão anunciada nesta quinta (03/08), o ministro informou a rejeição do recurso protocolado pelo ex-vice-governador Henrique Oliveira, que pretendia assumir o cargo.

Com sua decisão, Lewandowski desmentiu as fofocas difundidas pelo governador interino, Davi Almeida, que insinuava ter algum tipo de combinação com o ministro para suspender a eleição de domingo. Almeida pretendia, a rigor, ser efetivado no cargo por meio de eleição indireta, na Assembleia Legislativa. É que, como presidente da Assembleia e após lotear todo o governo interino entre deputados estaduais, seria imbatível nesse tipo de disputa.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que a eleição suplementar vai custas R$ 18 milhões, incluíndo o segundo turno caso seja necessário. Cerca de 7 mil urnas eletrônicas serão disponibilizadas em 1.508 locais de votação. Serão 7.262 seções eleitorais para atender os mais de 2,3 milhões de eleitores. As pesquisas mais recentes apontam o veterano Amazonino Mendes (PDT) como o favorito, com 32%, seguido de Eduardo Braga (PMDB) com 25% e Rebeca Garcia (PP) com 22%.

Postar um comentário