Banco do Nordeste 65 anos

sábado, 5 de agosto de 2017

O “divórcio entre a República e a sociedade”




Em artigo no Estadão, Miguel Reale Júnior cita a compra de votos para barrar a denúncia contra Michel Temer e aponta o "divórcio existente entre a República e a sociedade": "Muitos representantes de cada um dos três Poderes se encontram alheios aos anseios da população", como se as instituições do Estado e os grupos sociais fossem universos estanques, incomunicáveis".

A maioria das pessoas, diante das revelações de corrupção, reclama efetividade na apuração dos crimes perpetrados pelos agentes políticos, em prejuízo do dinheiro público. (…) Mesmo quando se instaura um processo criminal no Supremo Tribunal Federal, a demora é inaceitável, basta lembrar o recebimento da denúncia contra Renan Calheiros, por peculato, anos depois do fato envolvendo sua ex-amante Mônica Veloso. (…) Enquanto isso, Renan Calheiros zomba da Justiça.


Postar um comentário